Como cuidar de uma rosa? Adubo, rega e outros cuidados

Que tal aprender como cuidar de rosas? Se você quer deixar a sua roseira com lindas rosas, este artigo do Blog das Plantas certamente pode te ajudar. Então, leia atentamente cada dica para conhecer a melhor forma de cultivar rosas!

Não é por acaso que a rosa é uma flor tão amada. Afinal, estamos falando de uma das flores mais perfumadas do mundo! Então, esse é um dos motivos que faz com que a rosa seja uma das escolhas mais certas para presentear alguém, sendo uma das mais famosas quando o desejo é expressar o amor.

Acredito que quase todo mundo já viu lindos buquês de rosas, mas essa flor também é muito usada em arranjos de decorações para casamentos, formaturas e outras festas em geral. As rosas podem ser plantadas no vaso ou no solo, e para que a sua roseira cresça forte e saudável, você deve focar nos cuidados específicos que ensinaremos neste artigo.

Como cuidar de rosas?

Para cuidar de uma rosa adequadamente você vai precisar de um trabalho constante. Porém, isso não significa que seja uma tarefa complicada demais, porque o cultivo de rosas na verdade é muito agradável, estimulando a criatividade e até combatendo o estresse.

Como cuidar das rosas?

Aprenda como cultivar rosas!

Iluminação para as rosas

É fundamental manter a iluminação e a temperatura adequada, ou seja, você precisa oferecer a melhor condição para a planta se desenvolver. Como a rosa é uma flor de clima ameno, você deve compreender que ela não suporta altas temperaturas. Sendo assim, a temperatura aconselhada para o cultivo das rosas é entre 18° e 25°C.

Isso não significa que a planta deve ficar totalmente protegida do sol, pois é justamente o oposto! Se você quer ter uma roseira forte, ela precisa tomar sol aproximadamente 5 horas por dia.

Como você já sabe que a rosa não suporta altas temperaturas, obviamente deve optar pelas primeiras horas da manhã e/ou nas últimas horas da tarde. Sem dúvidas, estes são horários ideais para a sua rosa ficar exposta ao sol!

Adubo para as rosas

As roseiras não precisam de um solo tão rico em nutriente, mas apesar de não serem tão sensíveis, você deve deixar a terra preparada da forma mais correta possível! A recomendação é optar por uma terra argilosa, misturando com aproximadamente 40% de areia, e é isso vai ajudar a garantir o fluxo de ar.

Se quiser deixa o solo ainda mais preparado para roseira adube com um pouco de esterco curtido, e em acrescente um pouco de composto orgânico de classe A em cada mudança de estação. Atenção, não exagere na quantidade de adubo, pois isso pode fazer a planta adoecer.

Proteção paras as rosas

Os fungos e os pulgões são as pragas mais comuns das roseiras, mas em alguns casos a sua rosa pode ser atacada por ácaros, larvas e cochonilhas! Para proteger as suas rosas, você deve sempre observar a sua planta com frequência, pois essas pragas são mais fáceis de combater quando estão no começo.

Podar as rosas

Todas as vezes que a rosa envelhecer, o certo é cortá-la para que um novo broto ocupe este lugar. Isso também deve ser feito com as folhas e os galhos mortos. Se você não sabe como podar a rosa corretamente, a dica é focar no período do inverno, pois é o período em que as plantas estão mais “adormecidas”.

É importante saber que existem dois tipos de podas, a anual que é chamada de poda de formação, além da poda de manutenção! A poda de formação geralmente é realizada entre os meses de junho e agosto, visando gerar novos galhos e produzir mais flores no verão.

A poda de manutenção é muito mais delicada, visando manter a roseira mais bonita. Para isso, é feita a retirada das folhas secas, galhos doentes e pétalas murchas, mas é importante frisar que na maioria dos casos, a poda para embelezar a planta pode matá-la, principalmente se a pessoa não tiver experiência neste tipo de cuidado com a flor.

Regar as rosas

Molhar demais a planta pode fazer com que a raiz apodreça, e isso faz com que muita gente molhe pouco a sua planta. Em ambos os casos o resultado é horrível, e isso fatalmente vai fazer com que ela fique doente ou morra. A dica é regar sempre sem acúmulo de água!

Para isso, regue sempre próximo ao caule e observe se terra está úmida demais quando chegar o momento de regar novamente. Quando a rosa é jovem, o certo é regá-la diariamente com pequenas quantidades de água, repetindo isso até que as folhas apareçam.

Depois, a orientação é regar quinzenalmente no inverno, e semanalmente no verão. Para deixar as pétalas bem cuidadas, você não precisa de jorrar agua sobre a flor, pois o certo é borrifar um pouco de agua nas pétalas.

Viu como os cuidados são simples? Toda roseira que é cultivada com atenção, amor e carinho, certamente vai crescer saudável e apresentar lindas flores! Deixamos abaixo um vídeo com ótimas dicas sobre o cultivo de rosas, vale a pena assistir!

Continue acompanhando os artigos do Blog das Plantas e se quiser nos ajudar, compartilhe com os seus amigos e parentes, convidando-os para vir conhecer os nossos artigos.