Como fazer mudas de orquídeas por semente, por cause e por rizoma!

Queremos que você aprenda hoje como fazer muda de orquídea corretamente! Este artigo aqui do Blog das Plantas vai te ensinar como fazer muda de praticamente todos os tipos de orquídeas mais comuns. Vamos te adiantar que não é um processo tão simples, mas também não é nada tão complicado que não possa ser feito.

Antes de preparar a primeira muda de orquídea, é fundamental que você saiba qual o objetivo, pois a obtenção de mudas de orquídeas em ambiente doméstico é muito diferente das realizadas para fins comerciais.

Outro detalhe importante é que fazer mudas de orquídeas em casa pode ser bem mais complicado, porque nem sempre é possível oferecer a quantidade adequada de água, temperatura, luz e nutrientes.

De acordo com os especialistas, a melhor forma de obter mudas de orquídeas em casa é através da divisão de rizomas de espécies adultas. Isso deve ser feito sempre depois da primeira floração!

Como fazer muda de orquídeas pelo caule?

Saiba como fazer mudas de orquídeas maravilhosas!

Fazer mudas de orquídeas: Métodos

Podemos dizer que existem 3 formas de fazer mudas de orquídeas em casa, e a escolha certamente vai depender de qual espécie de orquídea estão cultivando. Já que citamos um dos métodos na explicação acima, que tal conhecer os outros?

Como fazer muda de orquídeas por semente?

Podemos afirmar que este é o método de obtenção de mudas de orquídeas mais complexo, além de ser sem dúvidas o mais demorado! A justificativa é que a semente de orquídea precisa da quantidade certa de nutrientes para desabrochar, algo que não é tão fácil assim de conseguir.

Para obter sucesso com este método, você vai precisar da presença do fungo conhecido como micorriza, já que ele é o responsável por fornecer estes nutrientes que a semente de orquídea necessita. Então você vai precisar de:

O primeiro passo é macerar as raízes na água de coco. Em seguida você deve peneirar esse líquido e juntá-lo com as sementes das orquídeas. O próximo passo é despejar essa mistura lentamente e com cuidado em um tronco de árvore com os fungos.

Uma segunda opção é colocar as sementes com o liquido aos pés de uma orquídea já adulta, mas é imprescindível que seja uma orquídea da mesma espécie! Saiba que aonde tem uma orquídea adulta bem desenvolvida, há muitas chances de que já existam os micorrizas necessários para estimular o processo de germinação.

Como fazer muda de orquídeas pelo caule?

Este segundo método é bem mais simples que o anterior! Nele você vai obter as novas mudas através do caule da orquídea, mas ele deve estar com a raiz brotando. Primeiro você deve cortar o caule com a raiz e colocá-lo em um vaso para orquídea.

Aqui vai um detalhe bem importante, o solo deve estar devidamente preparado com substrato para orquídea. E se você não sabe qual usar, aqui no Blog das Plantas tem um artigo completo falando sobre isso.

Além do substrato, no fundo do solo deve ter carvão, pedrinhas ou casca de pinus, que serão importante para a drenagem adequada do excesso de água. Atenção, se o caule não ficar sustentando por conta própria, coloque uma vareta em pé bem rente ao fundo do vaso, e em seguida amarre cuidadosamente a muda!

Como fazer muda de orquídeas pelo rizoma?

Citamos no início do artigo que este é o método mais indicado, e é justamente por ser o que mais tem resultado positivo. Utilizar os rizomas para fazer novas mudas de orquídeas é o sem dúvidas o método mais confiável!

Você só pode realizar este processo em orquídeas adultas, que já tenham florescido pela primeira vez e que possuam pelo menos 6 caules ou bulbos. A hora ideal para fazer o corte é quando os brotos novos estão começando a aparecer.

Basta retirar a planta do vaso, limpar as raízes, remover o substrato antigo e sem seguida lavar cuidadosamente a orquídea com água corrente. Agora você vai precisar de uma faca esterilizada para fazer a separação dos rizomas, e você deve focar em manter as mudas com pelo menos três bulbos cada.

Agora é só preparar o solo adequadamente igual ensinamos no processo anterior. Por fim, plante cuidadosamente a nova muda de orquídea e os demais cuidados são praticamente os mesmo do que uma orquídea já desenvolvida.

Orquídeas Dendrobium e Epidendrum

O método para fazer muda de orquídeas Dendobrium e Epidendrum é o mesmo, porque essa espécie de orquídea se multiplica melhor pelo caule. Sendo assim, você deve escolher o melhor caule da planta que conte com pelo menos três nós, que é aquele local onde vão gerar os novos brotos.

Quando estiver cortado, passe um pouco de canela em pó na base do caule para ajudar na cicatrização. O próximo passo é deixa-lo deitado em uma bandeja com substrato própria enriquecido com fibra de coco e areia.

Durante os próximos dez dias você deve mantê-lo úmido e de preferência, pulverizar um pouco de hormônio e Vitamina B, que são substâncias encontradas nas lojas especializadas em jardinagem. Assim que o caule apresentar as primeiras folhas e raízes, é a indicação que chegou o momento de plantar a muda de orquídea no seu local definitivo.

Orquídeas Phalaenopsis

Agora é a hora de aprender como fazer muda de orquídea Phalaenopsis, que é uma espécie que se multiplica pelas hastes da floração anterior. Atenção, de maneira alguma corte as hastes depois da floração! Quando acontece uma nova floração a partir da mesma haste, você deve entender que é justamente nesta haste que os novos brotos começam a nascer.

A orientação para ter ótimas mudas de orquídea Phalaenopsis é manter a haste com uma altura de aproximadamente 22 centímetros. Os novos brotos devem ser replantados quando já contarem com folhas duplas e raízes despontando.

Orquídeas Cattleyas

As mudas da orquídea Cattleyas são geradas pelos rizomas. Então, aguarde o final do primeiro período de floração e em seguida, retire os grupos de três caules com folhas. Essa é uma dica crucial, não arranque as folhas antigas, porque elas são muito importantes para garantir o desenvolvimento da nova planta!

Orquídeas Vanda

Você sabia que ela é do tipo monopodial? Portanto, para fazer mudas de orquídea Vanda você vai precisar esperar a planta produzir um novo broto, e somente depois disso que você vai poder transplantá-lo! O momento ideal para fazer isso é quando ela estiver com uma altura de 25 centímetros e com as raízes medindo pelo menos 3 centímetros.

Orquídeas Bambu

Para fazer muda de orquídea Bambu você vai precisar dos brotos novos que saem do meio e da ponta dos ramos. Jamais retire os brotos antes deles estarem com pelo menos 5 centímetros!

Depois que retirá-los, basta plantar novamente em um solo preparado corretamente com substrato próprio para mudas de orquídeas. Lembre-se de regar adequadamente e se tudo correr bem, novas folhas vão aparecer e você vai poder plantar a orquídea no seu local definitivo.

São muitas dicas para vários tipos de orquídeas! Que tal nos ajudar na divulgação enviando este artigo para todos os amantes de plantas que você conhece? Aproveite para convidá-los para seguir o Blog das Plantas, pois temos muitas dicas para cultivar cactos, rosas, tulipas e muitas outras flores maravilhosas.