Como cultivar orquídeas? Nutrientes essenciais para orquídea

Quais os melhores substratos para orquídeas? Para poder cultivar orquídeas você precisa conhecer a planta, saber do que ela precisa para se manter saudável, além de compreender tudo que faz bem ou mal para a essa linda flor. Neste artigo do Blog das Plantas vamos te mostrar os principais elementos que a orquídea precisa para viver.

Como cuidar das orquídeas?

Dos elementos que vamos listar abaixo, alguns são importantes em maior quantidade para manter o desenvolvimento adequado das plantas, enquanto outros são importantes em algumas situações especificas. Porém, é importante frisar que todos eles vão atuar em prol do crescimento adequado das orquídeas.

Estes substratos para as orquídeas são classificados em macronutrientes e micronutrientes. Quanto mais você entender isso, mais você vai evitar a utilização de fertilizantes que na verdade podem causar a desnutrição, atrapalhando o desenvolvimento e até causar doenças na orquídea.

Quais são os nutrientes essenciais que a orquídea precisa?

Saiba como cultivar orquídeas, aprendendo sobre os nutrientes que a flor precisa!

Orquídeas: Fósforo

O fósforo é um elemento extremamente rico em energia, e consegue se distribuir bem pela planta. Este elemento é muito importante para favorecer o florescimento e o crescimento adequado da raiz da orquídea, ou seja, quando há falta de fósforo nesta planta, o primeiro sinal evidente é a alteração da cor da planta.

Orquídeas: Nitrogênio

O nitrogênio é muito importante para o crescimento adequado da orquídea. A falta de nitrogênio na planta pode causar o amarelamento das folhas, até que elas percam toda a força e venham a cair. Por outro lado, o excesso de nitrogênio certamente vai prejudicar o florescimento da orquídea, então é fundamental saber a dosagem correta!

Orquídeas: Potássio

O potássio é um elemento fundamental na produção do açúcar e amido, além de ter extrema importância para o crescimento das raízes da planta. Porém, o excesso de potássio pode causar a deficiência de outros elementos.

Estes 3 primeiros elementos citados são os mais importantes para o desenvolvimento saudável da planta! Portanto, se você quer ter uma orquídea linda e saudável, você deve ter atenção redobrada nestes pontos citados!

Orquídeas: Boro

O boro é fundamental para o transporte do açúcar, ou seja, caso haja níveis baixos de boro na planta, isso afetará no florescimento.

Orquídeas: Cálcio

O cálcio tem a função de permeabilidade da parede celular, mas o que seria isso? A falta de cálcio certamente vai prejudicar o crescimento das orquídeas. Dentre os principais sinais da falta de cálcio na planta, podemos citar o surgimento de tons escuros nas extremidades da planta.

Orquídeas: Cobre

O cobre é um elemento repleto de proteínas e cheio de elétrons no cloroplasto. A falta de cobre na orquídea é facilmente notada através do surgimento das novas folhas, que podem apresentar diversas manchas, além de murchar com muita facilidade.

Orquídeas: Cloro

O cloro é um composto importante no processo da quebra de moléculas orgânicas da água. Quando há falta de cloro na orquídea, você certamente vai notar que as folhas murcham constantemente com muita rapidez.

Orquídeas: Enxofre

O enxofre é importante para a fotossíntese, o metabolismo do oxigênio e proteínas. Caso haja falta de enxofre na planta, as raízes tendem a não desenvolver corretamente.

Orquídeas: Ferro

O ferro é como se fosse um alimento que tem a função de ajudar na síntese da clorofila. Portanto, se a planta tem deficiência de ferro, certamente vai faltar clorofila nas folhas da orquídea.

Orquídeas: Magnésio

O magnésio é importantíssimo para a produção das proteínas e das clorofilas. Sendo assim, quando a planta está com deficiência de magnésio, ela vai apresentar manchas nas folhas constantemente.

Orquídeas: Manganês

O manganês é muito importante para a ativação do metabolismo do nitrogênio. Você pode notar a deficiência deste elemento facilmente, porque a orquídea vai apresentar manchas amareladas e as bordas na cor verde.

Orquídeas: Molibdênio

O molibdênio é um elemento que pouca gente deve ter ouvido falar, mas também é importante demais para o metabolismo do potássio e nitrogênio. Quando os níveis de molibdênio na planta estão abaixo do adequado, a orquídea dificilmente vai apresentar florescimento.

Orquídeas: Zinco

O zinco é fundamental para a ativação das enzimas. Os níveis inadequados de zinco na planta resultam em uma alteração constante no florescimento da orquídea.

Acho que você percebeu que o desequilíbrio de um elemento vai afetando vários outros, ou seja, um problema vai agravando o outro e se não for corrigido imediatamente, a planta certamente vai ter seu desenvolvimento prejudicado, sendo que em muitos casos a orquídea pode nunca florescer.

Quer aprender mais sobre as orquídeas? Leia sempre sobre o assunto e assista os vídeos que dão dicas de como cuidar das orquídeas. Isso certamente vai te ajudar a manter a sua planta sempre saudável.

Agradecemos a sua leitura e aproveite para continuar acessando o Blog da Plantas. Temos muitas dicas de qualidade para te ajudar a cuidar das suas queridas flores e plantas!