Orquídea phalaenopsis, como cuidar?

Aqui no Blog das Plantas já falamos sobre vários tipos de orquídeas, e hoje chegou a vez da Phalaenopsis! Se você quer aprender como cuidar de orquídea Phalaenopsis, leia atentamente as dicas que vamos passar, pois assim você vai ter uma planta forte e com flores bem lindas.

Phalaenopsis: Curiosidades

Essa orquídea é da família Orchidaceae, que popularmente é chamada de orquídea borboleta. Nessa família temos cerca de 70 espécies já catalogadas, sendo que a maior parte é nativa da Ásia tropical.

De acordo com os apaixonados por orquídeas, um dos motivos para que essa espécie chame muita atenção é por causa da sua beleza exuberante, mas o principal fator sem dúvidas é a duração das suas flores, que pode chegar a 3 meses.

Orquídeas Phalaenopsis, como cuidar?

A melhor forma de ter uma orquídea bem bonita é cuidando corretamente dela! Sendo assim, agora vamos explicar quais são as condições ideais para cultivar a orquídea Phalaenopsis.

Orquídea Phalaenopsis como cuidar?

Tudo sobre a linda orquídea Phalaenopsis

Temperatura

Uma boa parte da fama da orquídea borboleta é por causa do seu fácil cultivo. Outra razão é pela sua excelente adaptação ao clima tropical do Brasil, já que essa espécie de orquídea consegue suportar temperaturas entre 13 e 35°C.

Entretanto, a orientação é que ela seja cultivada em um local com temperatura entre 20 e 24°C. Atenção, se você mora em uma região muito fria, isso pode ser um problema grave, já que a temperatura não pode ficar abaixo de 16°C.

Iluminação

A orquídea não precisa de muita luz solar, por isso o melhor local para cultivar essa planta é em um orquidário, ou seja, um local com boa iluminação indireta e uma excelente ventilação. Se você observar a coloração das folhas da sua orquídea, certamente vai descobrir se ela está recebendo muito sol, veja bem:

Outra maneira de saber se a sua planta está ficando muito no sol quente é com o tato, basta colocar o seu rosto ou a sua mão na folha da Phalaenopsis, se a temperatura te incomodar o indicado é mudar a planta de local.

Caso você não queira trocar a sua orquídea de lugar, é indispensável que você melhore a ventilação do ambiente, além de colocar uma tela para reduzir a intensidade solar direta na planta.

Umidade

Este é outro fator importante, mas que infelizmente poucas pessoas dão atenção corretamente! A umidade é indispensável para a saúde da sua planta, e o maior problema é exagerar na quantidade de água na orquídea Phalaenopsis. Tenha muito cuidado, pois quando a umidade fica exagerada os riscos são:

A umidade ambiente tem relação direta com a quantidade de rega da orquídea. Portanto, sempre consulte a umidade relativa do ar na região que você mora, pois assim você saberá quando deve mudar a frequência para mais ou para menos.

Regar

Sem uma boa quantidade de água, nenhuma orquídea consegue sobreviver! É importante citar que isso pode variar, justamente por causa dos vários tipos de orquídeas. Por exemplo, a orquídea Vanda precisa de mais água do que a orquídea Cattleyas.

Entenda que regar a Phalaenopsis é um aprendizado constante, pois existem alguns fatores que podem mudar a frequência. Um deles é o clima da região, por exemplo, se você mora no Nordeste com certeza vai precisar molhar a sua orquídea com mais frequência do que quem mora no Sul. Também podemos citar outros fatores, que são:

Para saber quando regar a sua orquídea, basta colocar o dedo no solo e verificar até qual parte do solo vai estar seca ou não. Regar observando apenas a superfície é um erro grave, que vai deixar o solo encharcado! O melhor horário para regar a sua planta é na parte da manhã.

Plantio

Como estamos falando de uma orquídea epífita, ela deve ser plantada em árvores e fixada em troncos de madeira, mas também é possível cultivar orquídea Phalaenopsis em vaso, algo que vai demandar mais cuidado!

Se o vaso for a sua opção é importante escolher um que mantenha a boa umidade do solo, isto é, um que permita a visualização do substrato e também das raízes, o que acaba sendo favorável para identificar a melhor hora de regar.

Como replantar orquídeas Phalaenopsis?

A primeira informação sobre o replantio, é que ele deve ocorrer a cada 2 anos! Não faça isso com muita frequência, porque isso vai exigir muita energia da sua planta. Então, a melhor época para replantar a sua orquídea borboleta é quando ela não estiver gastando muita energia, ou seja, 2 ou 3 semanas depois da floração.

Para continuar aprendendo sobre essa espécie de orquídea, assista esse incrível vídeo que deixamos de sugestão. Certamente você vai gostar!

Continue acompanhando o Blog das Plantas para aprender mais sobre as orquídeas raras. Convide outros apaixonados por flores e plantas para conhecer as nossas dicas.