Como plantar roseira! Como fazer muda de roseira

Por que a rosa é uma flor tão popular? A resposta pode ser bem mais simples do que você imagina. A rosa tem uma grande diversidade de cores, é uma flor com tamanhos variados e possui um perfume maravilhoso!

A rosa conquistou tanta gente ao longo dos anos, que se tornou inspiração para quadros, poesias, músicas e muitas outras artes. Saiba que essa paixão pelas rosas é bem antiga, pois os chineses já cultivavam roseiras desde 2650 a.C.

Tipos de roseiras

Se está aqui porque quer aprender como cuidar de roseira, a primeira dica é pensar no local onde pretende cultivá-la, pois isso é fundamental ao escolher uma espécie! Além disso, é importante observar quanto tempo tem para se dedicar aos cuidados básicos com a roseira. Para te ajudar com isso, vamos explicar as características principais de cada roseira.

Rosas bravas

De acordo com muitos estudiosos, é a antepassada de todas as outras espécies. A roseira brava verdadeira consegue se adaptar muito bem ao rigor do inverno e também, às condições do solo. Entretanto, existem espécies de rosas bravas que surgiram do cruzamento feito pelo homem, e essas vão precisar de muito mais cuidados.

Essa espécie pode se tornar uma roseira trepadeira quando estão plantadas em jardins, algo bem diferente das rosas que você costuma comprar em um arranjo na floricultura não é mesmo! Outra curiosidade interessante é que flor da roseira brava apresenta apenas 5 pétalas.

Rosas arbustivas

Essa espécie pode ultrapassar 2 metros de altura, que é um tamanho bem parecido com o das rosas bravas! A rosa arbustiva pode ter floração o ano todo e quando são plantadas em jardins, elas se desenvolvem isoladamente ou em pequenos grupos. Se você plantar a rosa arbustivas em cercas, ela pode servir até como abrigo aos animais.

Rosas trepadeiras

A roseira trepadeira é bem conhecida por muita gente, e elas são separadas de acordo com as flores e forma de crescimento. Confira as principais características de cada uma abaixo:

Rosas de canteiro

Essa espécie é magnífica, justamente por contar com grandes flores que podem desabrochar com enorme frequência. Essa roseira tem uma haste longa e ereta, sendo uma excelente opção para plantar nos jardins, principalmente quando estão em pequenos grupos.

Rosas rugosas

Essa pode variar bastante no crescimento, podendo ser totalmente rastejante com desenvolvimento forte ou fraco. Também pode ser uma roseira arqueada ou até mesmo uma roseira ereta.

Essa espécie geralmente desabrocha em cachos uma única vez, mas existem situações em que isso acontece de forma contínua. Uma vantagem da rosa rugosa é que ela acaba cobrindo o chão e se mantém longe de ervas daninhas.

Como fazer muda de roseira?

Aprenda como cuidar de roseira corretamente

Como cuidar de roseira

As perguntas mais comuns são: Como fazer muda de roseira? Como podar roseira? Como cuidar de roseira? Nesta parte do artigo vamos te explicar como plantar a roseira, além de falar sobre os cuidados para que ela cresça forte e dê lindas rosas!

Você deve preparar a cova 15 dias antes de plantar a roseira. Para preparar o solo corretamente, cave uma área de mais ou menos 30 cm, com a largura suficiente para receber o torrão com as raízes da muda de roseira.

Na preparação do solo é importante colocar no fundo da cova uma colher de sopa de calcário dolomítico, que pode ser encontrado facilmente nas floriculturas. Quando passar os 15 dias, agora você deve preparar uma mistura com:

O próximo passo é adicionar esse preparo à terra vegetal, mexer bem e usar esse substrato no plantio. Lembre-se que a roseiras de caule ereto precisa de uma estaca, enquanto a roseira trepadeira deve ser colocada inclinada à aproximadamente 20 centímetros da parede ou do suporte que irá se apoiar.

Como regar roseira?

Aqui tem um detalhe crucial para o desenvolvimento da roseira! Elas não gostam de muita água, mas isso não quer dizer que não deve regar com frequência. As roseiras acabam adoecendo facilmente se tiver água em excesso nas raízes, e por mais incrível que pareça, o melhor horário para regar a roseira é perto do meio-dia, um horário totalmente contraindicado para a maioria das flores.

Como podar roseira?

Outras dúvidas comuns são sobre a poda da roseira, por exemplo, qual é a quantidade e como fazer? Primeiro você deve entender que a poda deve acontecer apenas uma vez no ano, sendo indicada no final do mês de junho. Saiba que existem dois tipos:

Essa poda é mais detalhista e se fizer de forma errada, a sua planta pode até morrer! Porém, ela é fundamental para deixar a planta mais forte e com lindas rosas na floração seguinte.

Se tiver com medo de realizar essa poda, você pode e deve contratar um profissional capacitado, pois assim ele irá podar a roseira da melhor forma possível! Além é claro, de te dar várias dicas sobre os cuidados específicos que a sua planta possa precisar.

Como fazer muda de roseira?

Sem dúvidas, a melhor maneira de se obter mudas de roseiras é através da reprodução feita por estaquia, que nada mais é do que retirar um galho de 20 a 30 cm que já esteja bem formado. Atenção, é fundamental que este galho esteja sem flores e com apenas três pares de folhas.

Depois de cortar o galho, coloque essa muda em uma mesma mistura praticamente igual a usada para o plantio, mas neste caso você não deve usar o calcário. Você deve manter essa muda de roseira em um local com muita claridade, mas que não tenha sol direto.

Regue com os mesmos cuidados e frequência do que se a muda já estivesse formada, e se tudo correr bem, em poucas semanas a planta vai produzir novos brotos! Assim que os brotos estiverem se desenvolvendo bem, faça o plantio no local definitivo.

Roseira: Características

Para continuar aprendendo sobre a forma certa de cuidar da roseira, assista este vídeo que deixamos de sugestão a seguir, vale muito a pena!

Convide os seus amigos e familiares apaixonados por flores para conhecer o Blog das Plantas, pois temos muitos artigos ensinando como plantar cactos, orquídeas, tulipas e várias outras plantas!